Arquivos da categoria: Notícias

índice

Reunião Ordinária de Diretoria da RPPN Catarinense

A RPPN Catarinense realizou no sábado dia 01 de dezembro a Reunião Ordinária de Diretoria, na RPPN Normando Tedesco em Balneário Camboriú/SC. Diversos assuntos estiveram na Pauta, com destaque para os resultados do V Congresso Brasileiro de RPPNs, a publicação do Guia das RPPNs de Santa Catarina, a conquista do 25º Prêmio Expressão de Ecologia com o projeto do Guia de Educação Ambiental “Como as RPPN protegem os rios e a biodiversidade”; e a participação em novos Conselhos de UC’s. Um ano de importantes realizações, 2018 entra para a história da RPPN Catarinense.

Durante a reunião, a RPPN Normando Tedesco fez uma apresentação mostrando através de fotos a degradação ambiental do Morro da Aguada onde se localiza a RPPN, antes da implantação do projeto do Parque Unipraias e como hoje a floresta está regenerada, preservada e exuberante. Apresentou também o Projeto Parque Escola de educação ambiental, que recebe anualmente milhares de estudantes de toda região. No projeto, além do passeio de bondinho oferecido gratuitamente, as escolas visitantes também assistem a palestras e realizam trilha interpretativa na estação Mata Atlântica do Parque, tudo com monitores especializados.

Após a reunião a RPPN Normando Tedesco, representada por Juari de Jesus, ofereceu um almoço de confraternização e um passeio no Parque Unipraias à todos os presentes.

IMG_20181201_125004452-1 IMG_20181201_143943929
IMG_20181201_131916410 unipraias
Imagem2

Pesquisa sobre gestão e representatividade ecológica das RPPNs catarinenses

Você sabia que Santa Catarina é o estado que possui a maior proporção de território protegido por Reservas Particulares dentre todos estados do Brasil? Pois esta e outras novidades sobre as RPPNs de Santa Catarina você pode encontrar na dissertação de Isaac Simão Neto, Analista Ambiental do ICMBio, biólogo e mestre em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental pela UDESC. Concluída em 2017, esta pesquisa abordou a gestão e a representatividade ecológica das RPPNs catarinenses no contexto da Mata Atlântica do estado. Parte dos resultados já foi apresentada no V Congresso Brasileiro de RPPNs e no IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, eventos que ocorreram este ano em Florianópolis.

Tendo visitado todas as RPPNs criadas até junho de 2017, entrevistado seus proprietários e gestores e trabalhado com análise de imagens de satélite, Isaac concluiu que as RPPNs catarinenses são muito importantes para o sistema estadual de Unidades de Conservação, uma vez que protegem certos tipos de vegetação que ainda não são abrangidos por nenhuma Unidade de Conservação pública do estado. Dos 24 tipos de vegetação descritos para o estado de Santa Catarina (pesquisa publicada em 1978, feita pelo renomado botânico Roberto Miguel Klein), dezessete deles são protegidos pelas RPPNs, sendo que quatro exclusivamente por tais UCs. À título de comparação, as UCs de Proteção Integral do estado protegem quinze tipos de vegetação, enquanto as UCs de Uso Sustentável protegem sete.

Além disso, o trabalho mostrou que apesar das motivações para a criação das RPPNs serem muito diversas, a maioria teve esta iniciativa por um anseio meramente conservacionista. Além disso, a pesquisa mostrou que administrar uma Reserva Particular impõe aos seus proprietários grandes desafios, tais como o desconhecimento geral da população sobre tais áreas, a escassez de recursos financeiros para investimento e a deficiência de apoio técnico proveniente dos órgãos públicos responsáveis por tal. Isto faz com que todo o potencial que estas Unidades de Conservação possuem para ir além da proteção, não seja plenamente atingido.

Por fim, conclui-se que maior apoio técnico para a gestão das RPPNs por parte dos órgãos públicos, maior engajamento e participação dos proprietários e gestores em associações que os representem e a implementação de mecanismos financeiros de compensação aos seus proprietários, tais como Pagamentos por Serviços Ambientais e ICMS Ecológico, são de fundamental importância para o futuro das RPPNs.

Para quem quiser conhecer o trabalho sobre a motivação dos proprietários para criação das RPPNs acesse:

https://www.researchgate.net/publication/324896768_Motivations_of_landowners_to_create_Federal_Private_Natural_Heritage_Reserves_in_the_state_of_Santa_Catarina_Brazil

Já para quem quiser conhecer a dissertação completa acesse:

https://www.researchgate.net/publication/327651446_ANALISE_DA_EFETIVIDADE_DAS_RESERVAS_PARTICULARES_DO_PATRIMONIO_NATURAL_RPPNS_DE_AMBITO_FEDERAL_EM_SANTA_CATARINA_-_MANAGEMENT_EFFECTIVENESS_EVALUATION_IN_PRIVATELY_PROTECTED_AREAS_IN_SANTA_CATARINA_BR

Imagem2                                 Áreas Prioritárias para conservação da biodiversidade (MMA)

Isaac Simão Neto 2018-11-30 at 14.02.37                                                                   Isaac Simão Neto

 

 

20180728_164808

RPPN Florescer se associa à RPPN Catarinense durante o V CBRPPN

A RPPN Florescer localizada na cidade de Urubici/SC se tornou associada da RPPN Catarinense durante o V Congresso Brasileiro de RPPN realizado em Florianópolis de 26 a 29 de julho de 2018. Os proprietários Danilo Pitta e Fernanda Pitta da Associação Florescer, participaram do Congresso e assinaram o Termo de Adesão à RPPN Catarinense, recebendo o Kit de Boas Vindas da Associação do presidente Ciro Couto.

A RPPN Florescer foi criada em 2012 pela portaria  nº 79 do ICMBio, possui uma área de 155,15 ha, situada na região do Rio dos Bugres, Município de Urubici/SC, nas proximidades do sítio arqueológico denominado Caverna do Rio dos Bugres. A área contém várias nascentes, quedas de água, incluindo cachoeira com mais de 100 metros de altura, além da presença significativa de pinheiros brasileiros (Araucaria angustifolia) e florestas de xaxins (Dicksonia sellowiana) cuja maioria ultrapassa dois metros de altura, além de outros exemplares notáveis da fauna e da flora.

A RPPN se situa na encosta do Campo dos Padres, sendo uma localidade de geografia exuberante, com superfícies planas e montanhosas. As nascentes do terreno são formadoras do Rio dos Bugres e do Rio Canoas (que vem a ser um dos formadores do Rio Uruguai). Estes rios, assim como outros da região do Campo dos Padres, são beneficiários do extravasamento de água do Aquífero Guarani.

A administração da RPPN Florescer é realizada pela Associação Florescer, tendo um representante específico, votado em assembleia, responsável pela gestão da mesma.

A gestão comunitária é um dos preceitos da Associação Florescer, por conta disto, todos associados com disponibilidade auxiliam nas tarefas necessárias e mais urgentes, colaborando com o associado representante administrativo da RPPN.

20180728_164729 20180728_164749 20180728_164808
Marcas e pegadas da reunião Urubici8 videos

 

20180831_153828

RPPN CATARINENSE RECEBE O 25º PRÊMIO EXPRESSÃO DE ECOLOGIA

A RPPN Catarinense recebeu o Prêmio Expressão de Ecologia, com o Projeto do Guia de Educação Ambiental “Guardiãs da Natureza, como as RPPN Protegem os Rios e a Biodiversidade”. Em sua 25ª Edição, o Prêmio Expressão de Ecologia se consolida como a maior premiação ambiental do sul do país, com 2.643 cases inscritos, ao longo desses anos, das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades do Sul.

A cerimônia de premiação ocorreu na sede da Fiesc, o Fórum de Gestão Sustentável 2018 foi realizado no dia 31 de agosto, em Florianópolis (SC), reunindo autoridades, representantes de empresas, ONGs e setor público que são destaques em sustentabilidade na região Sul do Brasil.

Título do projeto: Guia de Educação Ambiental: Guardiãs da Natureza, como as RPPN Protegem os Rios e a Biodiversidade
Resumo: O material educativo traz informações sobre o uso razoável dos recursos da terra e preservação das espécies e os habitats naturais. Também valoriza a importância das reservas na conservação do Bioma Mata Atlântica. O Guia de Educação Ambiental é um material de fácil compreensão para ser utilizado em sala de aula nas diversas escolas de entorno das RPPN.

IMG_8709copy

20180831_152325premiados_fiesc-2018MP_Forum_gestao_sustavel-9692

Programação V CBRPPN - 06 06 2018-1

Programação do V Congresso Brasileiro de RPPN

O V Congresso Brasileiro de RPPN está chegando. Diversas autoridades e palestrantes já estão confirmados. A Cerimônia de Abertura ocorre dia 26 de julho às 18:00 horas com a presença do Ministro do Meio Ambiente, presidente do ICMBio, presidente do Instituto Ambiental de Santa Catarina e outras autoridades.

Na Conferência de abertura “O Futuro das RPPN”,  proprietários de RPPN  vão dividir o palco com seus filhos para abordar a questão dos herdeiros. A Moderadora será Márcia Hirota da SOS Mata Atlântica. Confira a Programação Completa no site www.vcbrppn.com Continue lendo